20 de mar de 2013

A quem culpar por mortes seguidas?

 photo _aapetropolis_zps2f32d07c.jpg 
A Ditadura Legal
 photo _aaditadura_zpsc3639d8e.jpg
• Em coluna na Folha de São Paulo, intitulada Milícias do pensamento, a senadora Kátia Abreu (PSD-TO) faz uma denúncia de arrepiar, que merece o repúdio de quem é a favor do Estado de direito.
• O filósofo italiano Antonio Gramsci ensinava que o teatro de operações da revolução comunista não era o campo de batalha, mas o ambiente cultural, a trincheira do pensamento. Enquanto Lênin pregava o ataque direto ao Estado, Gramsci sustentava que o novo homem, anunciado por Marx, emergiria não do terror revolucionário, mas da transformação das mentes.
• Para tanto, impunha-se a infiltração e o domínio pelo partido dos meios de comunicação - jornais, cinema, teatro, editoras etc.- e a quebra gradual dos valores cristãos (que ele preferia chamar de burgueses), por meio do que chamava de guerra psicológica. Segundo ele, é preciso uma reforma intelectual e moral, que leve à superação do senso comum, para a construção de outro consenso monitorado pelo partido.
• A relativização desses valores resultaria, numa primeira etapa, numa sociedade mais fraca, destituída de parâmetros morais, mais propícia a absorver os valores do socialismo. Desnecessário dizer que essa revolução está em pleno curso no Brasil -e não é de hoje. Entre os consensos construídos, está o de que o produtor rural é um usurpador social, que deve ser permanentemente molestado.
• Disso resultou o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), organização sem personalidade jurídica (insuscetível de ser processada por seus atos criminosos), mas com existência concreta, munida de verbas do Estado por meio de ONGs e transgressora recorrente do direito de propriedade, cláusula pétrea constitucional.
• Dentro da estratégia gramsciana, as milícias do pensamento valem-se de escaramuças, que consistem em lançar ao debate teses que sabem serão rejeitadas num primeiro momento.
• Importa, porém, romper a aura de tabu e acostumar a sociedade a gradualmente absorver o que sempre rejeitou.
• Exemplo disso foi o Plano Nacional de Direitos Humanos 3 (PNDH), de 2009.
• Trata-se de um conjunto de transgressões democráticas, propondo censura à imprensa, legalização das invasões de propriedades (tirando do Judiciário o poder de arbitragem e incluindo o invasor como instância de mediação), proibição do uso de símbolos religiosos em locais públicos, revisão do currículo das academias militares etc.
• Agora, o PNDH-3 que a sociedade rejeitou volta como um fantasma na redação dada por alguns deputados ao artigo 159 do novo Código de Processo Civil. Constam no texto, entre outras pérolas, que, nos casos de litígio coletivo pela posse ou propriedade de imóvel urbano ou rural, antes do exame do requerimento de concessão da medida liminar, o juiz deverá designar audiência de justificação prévia de conciliação entre as partes e seus representantes legais.
• Isso significa que, em vez da defesa natural da propriedade rural ou urbana, em caso de invasão, os invasores - com seus facões e foices, fazendo uso de cárcere privado de trabalhadores - deveriam ser previamente ouvidos e defendidos. Os criminosos, preliminarmente, colocariam suas exigências. Imagine se a moda pega e a proposta é estendida a roubo e homicídio.
• A aberração não para aí. Diz o parágrafo 2º que, sempre que necessário à efetivação da tutela jurisdicional, o juiz deverá fazer-se presente na área do conflito. Não basta, por exemplo, a polícia, que passaria, então, a ter um papel meramente secundário. O próprio juiz, nesses casos, deveria ser obrigado a deixar suas funções para comparecer pessoalmente para ouvir os invasores, os criminosos.
• Mais adiante, no parágrafo 4º, outro absurdo: O juiz requisitará aos órgãos da administração direta ou indireta da União, do Estado ou do Distrito Federal e do município informações fiscais, previdenciárias, ambientais, fundiárias e trabalhistas referentes ao imóvel.
• Parece evidente, salvo para crédulos e radicais, que tal forma de mediação visa nada menos do que inviabilizar, tornar nulo o instituto da reintegração de posse. E, junto com a anulação, desapareceria o direito de propriedade, ferido de morte.
• Gramsci, no inferno, deve estar celebrando. 
(Senadora Kátia Abreu, 16Mar2013) 

Comentário:
• Vejam vocês: essa turma que quer transformar o País em uma Ditadura legal, está seguindo à risca os ensinamentos de Antonio Gramsci, aquele filósofo italiano que ensinou direitinho o caminho da ditadura sem sangue e sem guerra.
• Lembram-se todos daquela tentativa capitaneada pelos núcleo stalinista do PT apóstata, instalado no Palácio do Planalto, que tentou nos impingir, em 2009, aquele famigerado PNDH-3!
• O País inteiro se insurgiu contra essa ameaça e, aparentemente, pensávamos que a tentativa tinha sido sepultada!
• Engano! Ao que parece, estão aí algumas pérolas do PNDH-3, sutilmente infiltradas no Projeto do novo Código Civil brasileiro!
• Se verdadeira essa versão, estamos diante de mais uma estratégia dos adoráveis discípulos os tiranos que andam por nosso mundo...
• É muito importante que a sociedade brasileira reaja a mais esse descalabro do PT apóstata, que já conseguiu se instalar na alma e no coração do povo brasileiro, através de sua diabólica Nova EPTca!... (Márcio Dayrell Batitucci)

Vamos vota, gente, que está empatado.....correndo! 
 photo _aavotarcerto_zps5c60997f.jpg • O que você acha da pesquisa sobre a avaliação da presidente Dilma?
• O governo de Dilma Rousseff teve a aprovação de 63% dos brasileiros, de acordo com a pesquisa da Confederação Nacional da Indústria em parceria com o Ibope divulgada nesta terça- feira (19) em Brasília. A avaliação pessoal da presidente chegou a 79%.
• Por não exprimir a realidade, vamos nós mostrar a verdade. Dá para votar quantas vezes quiser. Vota aqui !

Vacina contra trambique
 • Eu pensava que essa tramoia havia tido um fim, mas ontem mesmo vi um carro-vitrine todo pintado com propagandas da tal Herbalife.
• Convém vacinar-se contra essa praga que arrasa com as economias das pessoas,


Dizem...Será verdade?
 photo _afundopoccedilo_zps6ea0637f.jpg
• Carga explosiva vai detonar!
• Logo a Petrobras que é considerada a jóia deste país!
• A Presidente sabia, demitiu o ladrão Sérgio Gabrielli, mas nunca mais falou no assunto...
• Se juntar o mensalão + o caso da amante Rose, não chega a um décimo da bomba que vai explodir...
• Os grandes congestionamentos de trânsito estão com os dias contados!
• Desde que Sérgio Gabrielli, o buliçoso ex-presidente da Petrobras, deixou a empresa, os esqueletos não param de pular do armário. A presidenta Dilma Rousseff o pôs para correr . Ele se alojou na Secretaria de Planejamento da Bahia e é tido como o provável candidato do PT à sucessão de Jaques Wagner. Dilma, é verdade, nunca gostou dele, desde quando era ministra. A questão pessoal importa menos.
• Depois de ler o que segue, é preciso responder outra coisa: o que ela pretende fazer com as lambanças perpetradas na Petrobras na gestão Gabrielli? Uma delas, apenas uma, abriu um rombo na empresa que passa de *um bilhão de dólares*. Conto os passos da impressionante reportagem de Malu Gaspar na Revista Veja semanas atrás. Prestem atenção!
• 1 - Em janeiro de 2005, a empresa belga Astra Oil comprou uma refinaria americana chamada Pasadena Refining System Inc. por irrisórios US$ 42,5 milhões. Por que tão barata? Porque era considerada ultrapassada e pequena para os padrões americanos.
• 2 - Atenção para a mágica - No ano seguinte, com aquele mico na mão, os belgas encontraram pela frente a generosidade brasileira e venderam 50% das ações para a Petrobras. Sabem por quanto? Por US$ 360 milhões! Vocês entenderam direitinho: aquilo que os belgas haviam comprado por US$ 22,5 milhões (a metade da refinaria velha) foi repassado aos brasileiros bonzinhos por US$ 360 milhões. 1500% de valorização em um aninho. A Astra sabia que não é todo dia que se encontram brasileiros tão generosos pela frente e comemorou: Foi um triunfo financeiro acima de qualquer expectativa razoável.
• 3 - Um dado importante: o homem dos belgas que negociou com a Petrobras é Alberto Feilhaber, um brasileiro. Que bom! Mais do que isso: ele havia sido funcionário da Petrobras por 20 anos e se transferiu para o escritório da Astra nos EUA. Quem preparou o papelório para o negócio foi Nestor Cerveró, à frente da área internacional da Petrobras. Veja viu a documentação. Fica evidente o objetivo de privilegiar os belgas em detrimento dos interesses brasileiros. Cerveró é agora diretor financeiro da BR Distribuidora.
• Calma! O escândalo mal começou! Se você acha que o que aconteceu até agora já dá cadeia, é porque ainda não sabe do resto.
• 4 - A Pasadena Refining System Inc., cuja metade a Petrobras comprou dos belgas a preço de ouro, vejam vocês!, não tinha capacidade para refinar o petróleo brasileiro, considerado pesado. Para tanto, seria preciso um investimento de mais US$ 1,5 bilhão! Belgas e brasileiros dividiriam a conta, a menos que…
• 5 - … a menos que se desentendessem! Nesse caso, a Petrobras se comprometia a comprar a metade dos belgas aos quais havia prometido uma remuneração de 6,9% ao ano, mesmo em um cenário de prejuízo!
• 6 - E não é que o desentendimento aconteceu? Sem acordo, os belgas decidiram executar o contrato e pediram pela sua parte, prestem atenção, outros US$ 700 milhões. Ulalá! Isso foi em 2008. Lembrem-se de que a estrovenga inteira lhes havia custado apenas US$ 45 milhões! Já haviam passado metade do mico adiante por US$ 360 milhões e pediam mais US$ 700 milhões pela outra. Não é todo dia que aparecem ou otários ou malandros, certo?
• 7 - É aí que entra a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, então presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Ela acusou o absurdo da operação e deu uma esculhambada em Gabrielli numa reunião. Depois nunca mais tocou no assunto.
• 8 - A Petrobras se negou a pagar, e os belgas foram à Justiça americana, que leva a sério a máxima do pacta sunt servanda. Execute-se o contrato. A Petrobras teve de pagar, sim, em junho deste ano, não mais US$ 700 milhões, mas US$ 839 milhões!
• 9 - Depois de tomar na cabeça, a Petrobras decidiu se livrar de uma refinaria velha, que, ademais, não serve para processar o petróleo brasileiro. Foi ao mercado. Recebeu uma única proposta, da multinacional americana Valero. O grupo topa pagar pela sucata toda US$ 180 milhões.
• 10 - Isto mesmo: a Petrobras comprou metade da Pasadena em 2006 por US$ 365 milhões; foi obrigada pela Justiça a ficar com a outra metade por US$ 839 milhões e, agora, se quiser se livrar do prejuízo operacional continuado, terá de se contentar com US$ 180 milhões. Trata-se de um dos milagres da gestão Gabrielli: como transformar US$ 1,199 bilhão em US$ 180 milhões; como reduzir um investimento à sua (quase) sétima parte.
• 11 - Graça Foster, a atual presidenta, não sabe o que fazer. Se realizar o negócio, e só tem uma proposta, terá de incorporar um espeto de mais de US$ 1 bilhão.
• 12 - Diz o procurador do TCU Marinus Marsico: Tudo indica que a Petrobras fez concessões atípicas à Astra. Isso aconteceu em pleno ano eleitoral.
• 13 - Dilma, reitero, botou Gabrielli pra correr. Mas nunca mais tocou no assunto. Encerrou. Durante a campanha eleitoral de 2010, o então presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, fez propaganda de modo explícito, despudorado. Chegou a afirmar, o que é mentira descarada, que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, durante a sua gestão, tinha planos de privatizar a Petrobras.
• Leram o que vai acima? Agora respondam: Quem privatizou a Petrobras? E noto, meus caros: empresas privadas não são tratadas desse modo porque seus donos ou acionistas não permitem. A Petrobras, como fica claro, foi privatizada, sim, mas por um partido. Por isso, foi tratada como se fosse terra de ninguém. 

Sinistro! 
• Fantasmas surgem da parede no túnel da morte durante gravação.
• O apresentador do Balanço Geral SP esteve no complexo do Hospital das Clínicas e conheceu um corredor por onde passam os corpos para o necrotério. Durante a reportagem é possível ver duas pessoas no fundo do corredor. Veja!


Da Terra a Marte - Impressionante!
• Todos os detalhes da viagem do módulo espacial, desde a Terra ao planeta Marte.
• É simplesmente impressionante e imperdível... esse clip da NASA!
• O que vocês verão nesses 6 minutos de filmagem da Nasa é inimaginável. 
• Logo que iniciar vá abaixo a direita no seletor e altere a qualidade para 1080 HD.


Explicação danada de boa!
• Uma universitária cursava o sexto semestre da Faculdade.
• Como é comum no meio universitário, pensava que era de esquerda e estava a favor da distribuição da riqueza.
• Tinha vergonha do fato de seu pai ser de direita e, portanto, contrário aos programas e projetos socialistas que previam dar benefícios aos que não mereciam e impostos mais altos aos que tinham mais dinheiro.
• A maioria dos seus professores tinha afirmado que a filosofia de seu pai era equivocada. Por tudo isso, um dia, decidiu enfrentar o pai.
• Falou com ele sobre o materialismo histórico e a dialética de Marx, procurando mostrar-lhe que estava errado ao defender um sistema tão injusto como o da direita.
• No meio da conversa o pai perguntou: - Como vão as aulas?
• - Vão bem, respondeu ela. A média das minhas notas é 9, mas me dá muito trabalho consegui- las. Não tenho vida social, durmo pouco, mas vou em frente.
• O pai prosseguiu: - E a tua amiga Ana, como vai?
• Ela respondeu com muita segurança: - Muito mal. A sua média é 3, principalmente, porque passa os dias em shoppings e em festas. Pouco estuda e algumas vezes nem sequer vai às aulas. Com certeza, repetirá o semestre.
• O pai, olhando nos olhos da filha, aconselhou: - Que tal se você sugerisse aos professores ou ao coordenador do curso para que sejam transferidos 3 pontos das suas notas para as da Ana. Com isso, vocês duas teriam a mesma média. Não seria um bom resultado para você, mas convenhamos, seria uma boa e democrática distribuição de notas para permitir a futura aprovação de vocês duas.
• Ela indignada retrucou: - Por quê?! Eu estudei muito para conseguir as notas que tive, enquanto a Ana buscava o lado fácil da vida. Não acho justo que todo o trabalho que tive seja, simplesmente, dado a outra pessoa.
• Seu pai, então, a abraçou carinhosamente, dizendo: - Bem-vinda à Direita! 
Pense nisso: O PT é o partido que tira de quem trabalha para distribuir para quem não trabalha.

Nenhum comentário: