8 de fev de 2013

Carnaval do povo esquenta....

 photo _aagovdilmah_zps0ef69bab.jpg• Inflação em janeiro é a mais alta desde abril de 2005, diz IBGE. Pico recente de inflação não é motivo para alarme, diz o sempre otimista Mantega.
• Dólar recua a R$ 1,95 após fala do M. da Fazenda; Bolsa abre praticamente estável; ações de Petrobras e Vale sobem. Bovespa opera em queda, Ministro disse que não deixará dólar chegar a R$ 1,85. Mercado entendeu que há espaço para divisa se desvalorizar. Ministro disse que não deixará dólar chegar a R$ 1,85. Mercado entendeu que há espaço para divisa se desvalorizar.
• Governador e Prefeito do Rio vamos se mexer! Barcas querem aumento na tarifa em troca do caos. Reajuste previsto é de 6,6% e revolta passageiros em filas imensas na volta para casa. Filas gigantescas e muita reclamação marcaram o fim do expediente de ontem de trabalhadores que moram em Niterói e São Gonçalo. Problemas nas barcas provocaram atrasos de mais de uma hora na Praça 15. O transtorno virou tema até de discursos na Assembleia Legislativa, onde os deputados questionaram proposta de aumento da tarifa sem a solução para a melhoria na qualidade do serviço. (ODia)
• Lixeiros do governo federal catam tudo: dinheiro do FGTS garantiu meta fiscal do governo em 2012.
• Rio tem 11 das 21 praias avaliadas liberadas para banho no Carnaval.
• Indústria tem perda de vagas em 14 de 18 setores pesquisados pelo IBGE.
• Governo repensa processo de assentamentos, diz Gilberto Carvalho.
• Petrobras se distancia de gigantes. Defasagem entre preços e alta do dólar explicam situação.
• Custo de vida em São Paulo dobra em 10 anos, diz pesquisa.
• Santa Catarina registra décimo dia e 80 o número de ataques criminosos.
• Veja 10 transgênicos que estão à mesa. Aprovação prévia para consumo humano de primeiro animal geneticamente modificado reacende debate sobre tema polêmico. Pela 1ª. vez, transgênicos ocupam mais da metade da área plantada no Brasil. Testes são robustos o suficiente, diz especialista. Agricultura gerará nova indústria química, diz presidente da Embrapa. Leia mais.

 photo _aacarna2013_zps27e177d3.jpg 
Chorem não, mas é o nosso dinheirinho aplicado(?) pelas prefeituras de capitais a gastar R$ 172 milhões com o Carnaval. 


Ninguém é insubstituível!
• Na sala de reunião de uma multinacional o diretor nervoso fala com sua equipe de gestores. Agita as mãos, mostra gráficos e, olhando nos olhos de cada um ameaça: ninguém é 
insubstituível!
• A frase parece ecoar nas paredes da sala de reunião em meio ao silêncio.
• Os gestores se entreolham, alguns abaixam a cabeça. Ninguém ousa falar nada.
• De repente, um braço se levanta e o diretor se prepara para triturar o atrevido: - Alguma pergunta?
• - Tenho sim. E Beethoven?
• - Como? - o encara o diretor confuso.
• - O senhor disse que ninguém é insubstituível e quem substituiu Beethoven? • Silêncio…
• O funcionário fala então: - Ouvi essa história esses dias, contada por um profissional que conheço e achei muito pertinente falar sobre isso. Afinal as empresas falam em descobrir talentos, reter talentos, mas, no fundo continuam achando que os profissionais são peças dentro da organização e que, quando sai um, é só encontrar outro para por no lugar. Então, pergunto: quem substituiu Beethoven, Tom Jobim, Ayrton Senna, Ghandi, Frank Sinatra, Garrincha, Santos Dumont, Monteiro Lobato, Elvis Presley, Os Beatles, Jorge Amado, Pelé, Paul Newman, Tiger Woods, Albert Einstein, Picasso, Zico, etc.?
• O rapaz fez uma pausa e continuou: - Todos esses talentos que marcaram a história fazendo o que gostam e o que sabem fazer bem, ou seja, fizeram seu talento brilhar. E, portanto, mostraram que são sim, insubstituíveis. Que cada ser humano tem sua contribuição a dar e seu talento direcionado para alguma coisa. Não estaria na hora dos líderes das organizações reverem seus conceitos e começarem a pensar em como desenvolver o talento da sua equipe, em focar no brilho de seus pontos fortes e não utilizar energia em reparar seus erros ou deficiências?
• Nova pausa e prosseguiu: - Acredito que ninguém se lembra e nem quer saber se Beethoven era surdo, se Picasso era instável, Caymi preguiçoso, Kennedy egocêntrico, Elvis paranoico… O que queremos é sentir o prazer produzido pelas sinfonias, obras de arte, discursos memoráveis e melodias inesquecíveis, resultado de seus talentos. Mas cabe aos líderes de uma organização mudar o olhar sobre a equipe e voltar seus esforços, em descobrir os pontos fortes de cada membro. Fazer brilhar o talento de cada um em prol do sucesso de seu projeto.
• Divagando o assunto, o rapaz continuava. - Se um gerente ou coordenador, ainda está focado em melhorar as fraquezas de sua equipe, corre o risco de ser aquele tipo de técnico de futebol, que barraria o Garrincha por ter as pernas tortas, ou Albert Einstein por ter notas baixas na escola, ou Beethoven por ser surdo. E na gestão dele o mundo teria perdido todos esses talentos.
• Olhou à sua a volta e reparou que o Diretor olhava para baixo, pensativo. E voltou a dizer nesses termos: - Seguindo este raciocínio, caso pudessem mudar o curso natural, os rios seriam retos não haveria montanha, nem lagoas nem cavernas, nem homens nem mulheres, nem sexo, nem chefes nem subordinados… Apenas peças… E nunca me esqueço de quando o Zacarias dos Trapalhões que foi pra outras moradas. Ao iniciar o programa seguinte, o Dedé entrou em cena e falou mais ou menos assim: Estamos todos muito tristes com a partida de nosso irmão Zacarias... e hoje, para substituí-lo, chamamos:ninguém pois nosso Zaca é insubstituível. - concluiu, o rapaz e o silêncio foi total.
• Conclusão: Nunca esqueça: você é um talento único! Com toda certeza ninguém te substituirá!
Sou um só, mas ainda assim sou um. Não posso fazer tudo..., mas posso fazer alguma coisa.
Por não poder fazer tudo, não me recusarei a fazer o pouco que posso.
No mundo sempre existirão pessoas que vão te amar pelo que você é… e outras… que vão te odiar pelo mesmo motivo… acostume-se a isso… com muita paz de espírito…
• É bom para refletir e se valorizar!
• Boa semana, amigos... insubstituíveis!


• Sem Chávez, incerteza e vazio prevalecem na Venezuela. Executivo faz esforço para mostrar ao país que governo continua funcionando. Saúde de Chávez apresenta ligeira melhora, diz Cabello.
• Uma em cada doze ingleses acham que vítimas de estupro são culpadas se estavam bêbadas, diz pesquisa.
• Terremoto de 7,1 graus de magnitude perto das Ilhas Salomão.
• Centro-esquerda italiana pode precisar de Monti para governar, dizem pesquisas.
• Exército sírio bombardeia posições rebeldes perto de Damasco.
• Nove pessoas assassinadas em ataque a clínicas na Nigéria.
• Todos os dias 5 mil sírios fogem da guerra em direção aos países vizinhos.
• Prédios argentinos pagarão menos imposto por ter jardins no telhado. Redução pode ser de até 20%, segundo a nova legislação.
• Pinguins resgatados são liberados no mar. Sessenta e dois pinguins e um leão marinho tinham se perdido na costa brasileira.
• Após novo escândalo, indústria britânica terá que autenticar carne bovina. Depois de caso de lasanha com 100% de carne de cavalo, autoridades ordenam testes em todos os alimentos processados. Burger King admite que hambúrgueres na Irlanda tinham carne de cavalo.
• Economia brasileira está se tornando um enigma, diz Financial Times. Jornal britânico observa que analistas temem estagflação, apesar de desemprego em baixa e consumo em alta.
• Explosão de carros-bomba deixa 11 mortos em Bagdá.
• Mali registra primeiro ataque com homem bomba.
• Nove agentes de vacinação são mortas a tiros na Nigéria.
• Atentados a bomba deixam mortos e feridos no Iraque. 


Qualidade é atingir ou buscar o padrão mais alto em vez de se contentar com o mal feito ou fraudulento. (Bárbara W. Tuchman).

Nenhum comentário: