12 de jan de 2013

Polícia no Museu do Índio... política vergonhosa: Educação

Photobucket• Luiz Inácio Lula da Silva é vítima de uma milionária chantagem cibernética. Um hacker está cobrando a bagatela de US$ 25 milhões, em troca da não divulgação pública de informações financeiras supostamente comprometedoras do ex-Presidente da República Sindicalista do Brazil. O escândalo está providencialmente abafado por aqui – como de costume. Mas pode vazar na imprensa internacional. (AlertaTotal)

• Custo do arroubo chavista de Dilma: quase R$ 40 bilhões só no setor elétrico. Levante a mão quem é contra o barateamento, em si, da energia elétrica. Existe? E por que haveria alguém? Estupidez? Maldade congênita? Fetiche? A hipótese é, por si, um despropósito.
. A questão, obviamente, não está em ser contra ou a favor, mas na forma como atuou a presidente Dilma Rousseff. Tudo considerado, a intervenção no setor elétrico foi a maior barbeiragem do seu governo até agora. Em pouco mais de quatro meses, o valor de mercado de 34 empresas brasileiras do setor de energia elétrica listadas na Bolsa de Valores caiu R$ 37,23 bilhões. Nunca antes na história deste país se operou uma revolução num setor da economia desvalorizando de forma brutal as empresas. É uma sandice.
. E por que aconteceu? Porque Dilma agiu como se o mercado não existisse. Ela ignorou que uma das naturezas do capitalismo – de sua boa natureza - é botar preço nas coisas. Se o governo intervém num setor e, sem um plano consistente e conhecido de investimentos, baixa o valor do bem ou do serviço oferecido, sem a devida compensação, a máquina de calcular é acionada. E o que os investidores encontram ao fim das operações? Prejuízo. Por que esses investidores – que são, presidente Dilma, financiadores da atividade – continuariam a apostar no que certamente seria um mico? Por patriotismo? Por amor à causa?
. Felizmente, o Brasil não é a Venezuela. E, acreditem, uma das estruturas que ajudam a impedir que seja é justamente haver um mercado relativamente estruturado, que serve de radar. Desestimula a sanha intervencionista dos governantes. Dilma achou que, no que concerne ao setor elétrico ao menos, poderia dar uma de Hugo Chávez: Vou, faço e pronto!. Não é assim, não! E que se note: tais arroubos voluntaristas não dão certo nem mesmo na Venezuela, como estamos cansados de saber.
. Ah, então vamos ficar agora à mercê desse tal mercado?, pergunta o mais indignado. A menos que se tenha uma ideia melhor para conseguir os recursos necessários, parece-me que ele terá, sim, de ser considerado.
. Não se trata de um braço de ferro. As empresas da área não têm como fazer estoque, por exemplo, para pressionar o governo. Quem notou a gigantesca trapalhada, reitero, foi o mercado, cuja natureza é buscar boas oportunidades. Dilma não negociou com ninguém o seu milagre da energia barata. Se era mesmo assim tão simples; se bastava atuar na base da canetada, com discurso na TV; se a solução para um problema complexo era tão fácil, pergunta-se o óbvio: por que ninguém teve a ideia, nem mesmo Lula, de fazê-lo antes? A resposta: porque nunca foi nem simples nem fácil.
. O setor elétrico, ao contrário do anunciado, continuou a ser um dos gargalos graves da infraestrutura brasileira e, lembre-se de novo!, é ainda dependente das chuvas. Com um crescimento da economia ridículo, muito abaixo da média dos emergentes e de economias subdesenvolvidas da América Latina, todas as termelétricas brasileiras tiveram de ser acionadas. Não é preciso ser bidu para saber que um barateamento da energia levará a um aumento do consumo. Se a sorte não sorrir para Dilma com chuvas torrenciais nos lugares certos, é evidente que aumenta a chance de haver crise de abastecimento, racionamento, apagão. Como a economia trotando como um pangaré, a gente vai levando… Mas quanto precisa e quer crescer o Brasil?
. Dilma se meteu numa enrascada. Pior: está demorando para admitir o erro e acha que pode resolver tudo na base do puro proselitismo e do faço e aconteço. Aqui e ali se nota que o simples debate sobre a possibilidade de racionamento é tratada como se fosse sabotagem e conspiração. Alguns animadores de auditório do governismo atribuem as críticas à decisão do governo como mero braço de ferro entre os que querem uma energia mais barata e os que a querem mais cara, como se isso fosse uma questão de escolha. E não é.
. Dilma não é exatamente uma entusiasta do mercado, não é? Vejam o tempo que demorou para admitir que precisava do setor privado para tornar aceitáveis os aeroportos brasileiros. Lembrei ontem aqui que a crise no setor explodiu em meados de 2006. Quase sete anos se passaram, e só agora se começa a dar uma resposta. . Eis aí um dos malefícios de se ter uma oposição raquítica no Brasil. O necessário trabalho de vigiar o governo - é a sua principal tarefa – fica restrito à imprensa. O apagão mais grave que enfrenta o país é o da crítica. (Reinaldo Azevedo)


• Um novo dirigente do governo é acusado de desviar R$ 4,6 mi do BVA. Saiba mais.

• 2014: Caravanas preparam possível volta de Lula. Petistas que estiveram com o ex-presidente Lula afirmam que as caravanas previstas para 2013 – além de tentar reparar os danos do julgamento do mensalão - servem para prepará-lo para as eleições à Presidência em 2014, caso o projeto Dilma não dê certo. Apesar dos altos índices de aprovação de Dilma, ala do PT insatisfeita com o jeitão centralizador da presidenta clama e trabalha pelo retorno de Lula.

• Nosso dinheiro: Reforma de apartamentos dos deputados já chega a R$ 280 milhões.

• Segundo a Fundação Getúlio Vargas, governo do PT roubou R$ 145 bilhões do superavit primário com truques contábeis. A criatividade do Tesouro Nacional para fechar suas contas, com o uso de sucessivas manobras contábeis e brechas legais, criou no Brasil uma contabilidade paralela à oficial que coloca em risco a credibilidade fiscal da gestão Dilma Rousseff. Bancos e consultorias passaram a expurgar receitas e depurar gastos para calcular um superavit puro e poder estimar o impacto na economia e fazer suas projeções....

• Polícia Federal chega ao Museu do Índio no Maracanã, que está cercado e sob tensão. BPChoque deve cumprir ordem de reintegração.

• Negativo! O assessor internacional Marco Aurélio Garcia foi, com discrição, até Cuba, para visitar Hugo Chávez. Por determinação dos médicos do venezuelano, não conseguiu entrar. E nem foi recebido pelo presidente Raul Castro.

• Joaquim, refém do sistema protelatório da Justiça. Leia.



• Três anos após terremoto, pouco dinheiro externo chega a instituições haitianas. Para relatório da ONU, iniciativa pode ter enfraquecido governo local nos esforços de recuperação; veja quais são os avanços e entraves do Haiti desde janeiro de 2010. Amorim critica presença de tropas no Haiti por tempo indeterminado. Novas regras não impedem vinda ao Brasil de haitianos sem vistos.
• Navio Costa Concórdia será desencalhado até setembro. Embarcação de passageiros naufragou na Itália deixando 30 pessoas mortas em 2012; capitão abandonou navio.
• Tropas francesas reforçam ofensiva contra rebeldes no Mali. Intervenção militar contra milícias islâmicas entra em segundo dia; Exército francês tenta proteger capital africana.

Pai do Ano de 2012

50 Previsões imprevisível de Mãe Dináh para 2013
Photobucket • Lula dirá que sabia de alguma coisa.
• Serra ganhará uma eleição. De Mister Simpatia. Fará um implante capilar com o hair stylist de Haddad (aquele prefeito boiola de São Paulo).
• Lula elogiará a imprensa brasileira e dará entrevista coletiva anunciando que não será mais candidato a nada.
• Dilma viverá lua de mel com a base aliada, em especial com o PT. Será eleita musa dos sindicatos.
• O PIB crescerá mais que o anunciado por Mantega.
• Aécio Neves se recusará a ser candidato tucano à Presidência e passará a organizar concursos de misses.
• O PSDB revelará, enfim, o projeto alternativo da oposição para o Brasil.
• Fernando Henrique deixará outra pessoa falar pelo PSDB.
• Rosemary Noronha procurará o cirurgião plástico de Dirceu e cairá na clandestinidade - mas, antes, mudará os óculos.
• Dirceu será preso sem regalias. Jogará fora o celular e doará as bermudas chiques para Carlinhos Cachoeira.
• Cachoeira assumirá as têmporas brancas a pedido da namoradinha do Brasil, Andressa.
• O jogo do bicho acabará.
• Nenhum policial achacará bicheiros ou traficantes nem armará autos de resistência em ações de extermínio.
• Vazarão na internet fotos de Nicole Bahls vestida.
• A gostosa do BBB não posará nua.
• Clarice Lispector deixará de ser citada nas redes sociais.
• Ninguém mais postará fotos de comida no Facebook.
• Arnaldo Jabor acordará feliz.
• Chico Buarque e Fernando Morais pedirão mais liberdade e democracia em Cuba.
• Michel Teló desistirá de fazer música chiclete.
• Acabarão os comerciais com Ivete Sangalo.
• Luana Piovani não tuitará o marido surfista e ficará invisível.
• O orçamento das obras para a Copa e a Olimpíada será revisto para baixo, porque sobrou dinheiro.
• A CBF será uma confederação acima de qualquer suspeita.
• Botafogo será campeão brasileiro depois que o time aprender holandês com o Seedorf.
• A reforma tributária sairá e pagaremos menos impostos.
• Renan Calheiros fará história na presidência do Senado votando projetos importantes para o país.
• Sarney & Filha doarão parte de sua imensa fortuna ao Maranhão-esperança, projeto ambicioso para reduzir o analfabetis­mo, a prostituição infantil e a miséria do Estado.
• O Congresso aprovará o fim do 14o e do 15o salários para os parlamentares e proibirá notas frias.
• Deputados e senadores passarão a trabalhar na segunda e na sexta-feira para votar questões proteladas há 12 anos.
• Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski concordarão.
• Serão ressuscitados os rios Tietê e Pinheiros.
• A Baía de Guanabara será enfim despoluída. Quem chega de carro ao Rio de Janeiro deixará de sentir cheiro de podre.
• A Rocinha acabará com o esgoto a céu aberto, antes de ga­nhar teleférico turístico e obra póstuma de Niemeyer.
• Os pobres poderão fazer cirurgias de emergência. Nenhuma criança ou velho morrerá por falta de assistência médica.
• Desabrigados por tempestades e inundações terminarão o ano reassentados em áreas fora de risco.
• Os celulares de traficantes presos em São Paulo serão bloqueados e eles não poderão mais dar ordens para tocar o terror.
• Nenhum bueiro explodirá no Rio, e os cariocas finalmente saberão o motivo das explosões.
• O prefeito do Rio, Eduardo Paes, impedirá que a especulação imobiliária acabe com os parques e as reservas ambientais.
• Não haverá arrastões nos restaurantes de São Paulo e nas praias do Rio.
• Não haverá apagões.
• Aeroportos funcionarão direito e acabarão com o táxi-bandalha.
• Passagens aéreas no Brasil ficarão mais acessíveis, e uma competição saudável no setor beneficiará a população.
• Operadoras de celular deixarão de extorquir os consumidores, e as contas passarão a ser inteligíveis.
• Bancos reduzirão as taxas dos correntistas, contribuindo assim para a saúde financeira de quem os sustenta.
• Empresas, privadas ou estatais, respeitarão o tempo máximo de espera ao telefone e deixarão de enlouquecer quem recorre a seus serviços de atendimento.
• Não receberemos mais nenhuma chamada de telemarketing na hora do jantar e no fim de semana.
• O lixo - coleta e reciclagem - passará a ser encarado com seriedade pelos governos.
• Famílias brasileiras deixarão de emporcalhar as praias e os parques. Cada um levará seu saquinho de lixo, ensinando às crianças que quem ama cuida.
• Feriadões deixarão de ser pretexto para exterminar famílias nas estradas, por culpa de direção irresponsável, ultrapassagens imprudentes e álcool.

A verdadeira origem de Brasília
• A história correta de quem realmente começou a pensar e fazê-la.

Abacate, o remédio 
• Olha só que muitos já não tomam remédio para dor tipo reumatismo, dor muscular e outras dores não definidas; estão sarados com a aplicação da mistura anexa.
• Espera secar para não sujar a roupa, caso seja em lugar coberto.
Caroço de abacate + Álcool
- Pegar o abacate e reservar sua polpa para sua vitamina, salada, ou como queira comer. 
- O caroço da fruta deve ser triturado tirando-se a pele que o envolve, caso esqueça de fazer isto, não tem problema nenhum. 
- Para cada caroço, 1/2 litro de álcool. 
- Como vocês sabem melhor que eu, guardar a loção em um vidro, plástico, etc. e sempre que necessário passar por onde a dor está agredindo a sua sensibilidade.


  "O mais importante na vida é sentir orgulho da própria história."...

Nenhum comentário: