15 de jan de 2013

Desabafos e poucos avanços...

Photobucket
Puxa vida! Como falou tudo do Lula...
• Lula é vagabundo com todas as letras e definições, mas crê que seus desafetos são iguais a ele.
• Dono de verborragia que não coaduna com o cargo que ocupou, Luiz Inácio da Silva é o retrato vivo do pior e mais corrupto período político da história do Brasil. Lula, o semideus, tem motivos de sobra para estar atormentado, mas descontrole sempre foi o seu forte, especialmente quando está acuado e tenta reagir. Essa atitude animalesca de ir contra o eventual predador faz de Lula um personagem da pior espécie, um exemplar détraqué da raça humana.
• Covarde contumaz, pois nunca fala o que pensa a respeito de alguém de forma direta e objetiva, Lula certa feita chamou de idiota o secretário-geral da FIFA, Jérome Valcke, que cometeu o pecado de externar sua justa preocupação com os aeroportos brasileiros. Herói de botequim, pois só os ébrios se enchem de repentina coragem, o ex-presidente vociferou a ofensa de maneira transversa e inominada, pois o ex-metalúrgico não honra as calças que veste. Lula é um borra-botas com todas as letras.
• Preocupado com os desdobramentos de diversos escândalos de corrupção, os quais podem levá-lo de roldão ao núcleo de cada um dos imbróglios, Lula saiu de cena durante duas semanas, tempo suficiente para a camarilha petista organizar um esquema de blindagem e disparar ordens aos genuflexos filiados ao partido. Montada a farsa, Lula voltou de viagem com meia dúzia de palestras canceladas, o que turbinou ainda mais a sua ira. Não pelo dinheiro que deixará de receber, pois o vil metal ele soube amealhar durante os oito anos em que esteve no Palácio do Planalto, mas pelos arranhões em sua imagem.
• Sem saber no que podem dar as investigações do Ministério Público Federal a partir das recentes denúncias de Marcos Valério ou, então, temendo um descontrole de Rosemary Noronha, a Marquesa de Garanhuns, que pode abrir a boca a qualquer momento e revelar o que sabe, Lula está literalmente atordoado. Cenário nada favorável para quem está se recuperando de um câncer.
• Durante evento no ABC paulista, onde falou para ensandecida claque de sindicalistas, Lula voltou a abusar do non sense e declarou que percorrerá o Brasil em 2013 e que não será derrotado por qualquer vagabundo. Como sempre tomado pela covardia, o ex-metalúrgico mandou um recado sem destinatário e sem endereço, pois metade do Brasil quer vê-lo derrotado. Considerando que o que mais lhe preocupa no momento é uma eventual ação do Ministério Público, Lula pode ter chamado Roberto Gurgel de vagabundo. Se o procurador-geral da República era o alvo do xingamento, Lula pode ter se equivocado e precipitado, pois de vagabundo ele nada tem. Até porque, Roberto Gurgel prometeu entregar no STF, na sexta- feira, o pedido de prisão imediata dos mensaleiros condenados, mas se antecipou e entregou dois dias antes. Em outras palavras, Gurgel, diferentemente de um vagabundo, trabalhou arduamente e com afinco e celeridade.
• Considerando que o MP é o seu calcanhar de Aquiles, Lula pode ter chamado de vagabundo o seu outrora salvador e agora desafeto Marcos Valério, que foi até Roberto Gurgel para contar detalhes extras e comprometedores sobre o Mensalão do PT, que o ex-presidente inicialmente admitiu, depois negou, para, ao final, dizer que foi um golpe articulado pela oposição, setores da imprensa e Judiciário. O que mostra que a Lula falta imaginação e criatividade, pois o discurso é velho e repetitivo.
• Admitindo que Lula tenha usado o vernáculo vagabundo para se referir ao publicitário mineiro, apenas porque contou um pouco de tudo o que sabe, Lula deveria conceder a mesma deferência a Roberto Jefferson, o delator do Mensalão do PT. Que também contou o que sabia, quiçá apenas parte. Se na opinião de Lula o operador do mensalão é vagabundo porque foi condenado, vagabundos também são os outros 24 condenados.
• Se a namorada Rosemary Noronha não suportar a pressão, surtar e resolver contar tudo o que de errado aconteceu no escritório paulistano da Presidência da República, Lula, por questão de coerência, terá de chamá-la de vagabunda. O que ninguém sabe se esse é o real pensamento de Dona Marisa sobre a Marquesa de Garanhuns.
• Como o seu primeiro diploma foi o de presidente da República, Lula pode não saber o significado exato da palavra vagabundo. Nos bons dicionários da língua portuguesa, que o petista jamais ousou abrir ao menos uma vez, há diversas definições para vagabundo. A primeira faz menção àquele que é nômade, andarilho, vagamundo. Tomando por base as inúmeras, quase intermináveis, viagens internacionais que fez, Lula é um vagabundo. Levando-se a sério a afirmação de que ele andará pelo Brasil, em 2013, Lula está prestes a ser novamente um vagabundo.
• A segunda definição para o vernáculo também se encaixa com Lula, pois faz referência àquele que é vadio, desocupado ou que faz as coisas sem vontade. Pois bem, voltando no tempo e parando em 1988, ano da Assembleia Nacional Constituinte, Lula, alegando que no Congresso existiam trezentos picaretas, virou as costas e não mais voltou à labuta. Como estava sem vontade de cumprir os compromissos de um parlamentar, Lula tornou-se um vagabundo.
• Durante parte da vida, Lula se instalou na presidência do Sindicato dos Metalúrgicos, cargo típico de desocupado. Portanto, segundo o Aulete, Lula é vagabundo de longa data.
• A terceira definição do dicionário para a palavra vagabundo refere-se a quem demonstra inconstância ou é volúvel. Analisando sua ideologia ao longo dos anos, Lula é um perfeito vagabundo. Em relação a ser volúvel, Lula é um vagabundo inconteste. Afinal, durante duas décadas criticou os banqueiros e o FMI, mas para chegar ao poder se aliou aos primeiros e depois emprestou dinheiro ao segundo. Outra prova da sua volubilidade está relacionada ao senador José Sarney, a quem criticou com palavras duras durante longos anos, mas no primeiro aperto na presidência pediu ajuda ao maranhense.
• A quarta definição faz referência ao reles, ordinário, inferior. Como presidente ele conseguiu ser reles. Como político não precisou de esforço algum para ser ordinário, que é aquele de baixo valor moral e intelectual. Como alguém que promete e não cumpre, ele é inferior. Resumindo, nesses três quesitos Lula não deixa dúvidas de que é um vagabundo de carteirinha e com direito a fã clube.
• Por fim, o dicionário traz uma definição que faz referência a quem é infame, canalha e desonesto. No quesito da infâmia, Lula é um vagabundo ousado e mundialmente conhecido.
• Como o canalha é aquele que comete ações vis, desprezíveis e indignas, segundo o Aulete, Lula é um perfeito vagabundo. Na seara da desonestidade, Lula já mostrou essa sua vertente ao abafar escândalos diversos. Um deles foi o do fatídico Dossiê Cuiabá, cujos aloprados foram presos pela Polícia Federal, em São Paulo, com R$ 1,7 milhão em dinheiro. E o delegado do caso foi afastado. Outro viés da sua desonestidade ficou provado na tentativa de chantagear o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, para que o julgamento do Mensalão do PT fosse adiado. Somando tudo isso, Lula é um vagabundo considerável.
• Hoje, Lula não passa de um reles cidadão e a ele me dirijo como sempre fiz nos tempos de presidência. Assim como milhões de brasileiros de bem, considero Lula um vagabundo com todas as letras e rimas, além de acintoso. O que causa mais tristeza é que durante oito anos, por culpa de uma parcela incauta que foi abduzida pelas esmolas sociais e pelas pilhas de carnês vencidos, o Brasil esteve nas mãos de um vagabundo, agora sem as aspas porque a declaração é minha e não sou covarde como ele, que destruiu o País, levando-o à encruzilhada da insolubilidade. Coisa de vagabundo.
• Caso Lula ouse me chamar de vagabundo, esse vagabundo terá de acertar as contas comigo, pois o meu conhecimento e o meu intelecto não me permitem uma nivelação tão rasa, chula e desprezível. Como o Natal está batendo à porta, pedirei ao bom Noel, mesmo com certo atraso, um presente não material. Que Lula deixe de aparecer por causa das sandices que balbucia, não sem antes se contentar com a insignificância de um vagabundo que acredita ser herdeiro de Aladim. E eu, Lula, mesmo não sendo um vagabundo desses que você conhece, farei tudo o que estiver ao meu alcance para derrotá-lo. Anote! (Ucho Haddad) 

Amor incondicional! 

Derrame
• Novo sinal, é bom saber.
• Processo de AVC já são divulgados.
• Os Derrames Cerebrais 
- Agora existe um 4º indicador: A língua.
• Derrame: memorize as três primeiras letras...S.T.R.
• Só leva um instante ler isto...
• Disse um neurologista que se levarem uma vítima de derrame dentro das primeiras três horas, ele pode reverter os efeitos do derrame - totalmente.
• Ele disse que o segredo é reconhecer o derrame, diagnosticá-lo e receber o tratamento médico correspondente, dentro das três horas seguintes, o que é difícil. 
Reconhecendo um derrame
• Muitas vezes, os sintomas de um derrame são difíceis de identificar. Infelizmente, nossa falta de atenção,torna-se desastrosa.
• A vítima do derrame pode sofrer severa consequência cerebral quando as pessoas que o presenciaram falham em reconhecer os sintomas de um derrame.
• Agora, os médicos dizem que uma testemunha qualquer pode reconhecer um derrame fazendo à vítima estas três simples preguntas: 
S* (Smile) Peça-lhe que sorria.
T* (Talk) Peça-lhe que fale ou apenas diga uma frase simples e com coerência. (ex: Hoje o dia está ensolarado).
R* (Rise your arms) Peça-lhe que levante ambos os braços.
• Se ele ou ela têm algum problema em realizar qualquer destas tarefas, chame a emergência imediatamente e descreva-lhe os sintomas, ou vão rápido à clínica ou hospital. 
Novo Sinal de derrame 
- Ponha a língua fora.
Nota: Outro sinal de derrame é este: Peça à pessoa que ponha a língua para fora.. Se a língua estiver torcida e sair por um lado ou por outro, é também sinal de derrame.
• Um cardiologista disse que qualquer pessoa deve divulgar e salvará pelo menos uma vida. 


Photobucket 

A Impressora do Futuro
• A impressora SWYP é espetacular, creio que será pouco acessível, por enquanto cabe apenas visualizar essa incrível impressora. Clique

Odetinha
Photobucket<- Como marinheira num carnaval.
• Vaticano exuma corpo para dar início ao processo de canonização. 
Photobucket • Exumação é primeiro passo para a beatificação da menina a quem se atribuem milagres.
• No Rio, O corpo da menina Odette Vidal de Oliveira, a Odetinha, 9 anos, foi exumado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, para a abertura do processo de beatificação e canonização da carioca. O procedimento foi acompanhado por representantes da Congregação para Causa dos Santos, do Vaticano. Antes da abertura da sepultura, todos os presentes, inclusive os coveiros, tiveram que fazer um juramento, seguindo preceitos do Direito Canônico, de que nada seria acrescentado ou subtraído ao que foi encontrado.
Foi surpreendente o que encontramos!, afirmou o cônego Marcos William, sem entrar em detalhes. A exumação aconteceu na quinta-feira, às 17h, numa espécie de cerimônia restrita. No mesmo dia, o arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, que também esteve no cemitério, assinou um comunicado em que declara que os restos mortais de Odetinha vão ficar definitivamente em uma urna, para visitação, na Basílica da Imaculada Conceição, em Botafogo, a partir de domingo. Foi na igreja que a candidata a santa fez a primeira comunhão, aos 7 anos. Dois anos depois, ela viria a morrer. 
Lápide
• Também foi retirada da sepultura de Odetinha, para ser levada para a Basílica, a lápide. Antes, no entanto, de os restos mortais serem depositados no túmulo que está sendo construído na igreja de Botafogo, eles vão para a Igreja Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, e seguirão para a Catedral. A cerimônia será sexta-feira. Sábado, a urna vai para a Igreja dos Capuchinhos, na Tijuca. No domingo, Dia de São Sebastião, a urna segue para a Catedral novamente e, depois, em carreata, vai para a Basílica, aonde chega às 19h.
Igreja terá cenário igual ao do jazigo
• Os restos mortais da menina que pode ser tonar a primeira santa carioca vão ficar numa urna de acrílico. Já a decisão de levar a lápide para o túmulo onde Odetinha vai ficar levou em consideração o fato de se criar uma identificação visual com seus seguidores. Os devotos que costumam ir ao cemitério rezar por Odetinha vão encontrar aqui na Basílica o mesmo cenário do jazigo dela, explicou o cônego Marcos William.
• Odetinha morreu aos 9 anos de idade, vítima de meningite. Muito religiosa, a jovem nascida em Madureira, criada em Botafogo, e filha de pais ricos se dedicava a ajudar os pobres. Tinha uma vida normal. Gostava, inclusive, de brincar Carnaval.
• Com milhares de devotos, Odetinha é ainda - mesmo com a retirada dos restos mortais - um dos túmulos mais visitados no Cemitério São João Batista, só perdendo para o mausoléu de Carmem Miranda. 
Romaria fiel no que sobrou do túmulo
• Nem mesmo o fato de não haver mais um túmulo identificando Odetinha no Cemitério São João Batista afastou seus devotos de orações na sepultura onde por 74 anos ela ficou enterrada. A exumação é uma exigência do Vaticano e faz parte do processo para torná-la serva de Deus, que é a primeira fase para beatificá-la e canonizá-la.
• Segundo funcionários do cemitério, a peregrinação continua e os fiéis não se importam de rezar em frente ao que sobrou do jazigo.
• Como Odetinha era filha única e não há registro de parentes vivos, a sepultura dela e a de seus pais estão sob cuidados de congregação de freiras, como manda o testamento da família. (Christina Nascimento, ODia)


Jantar de confraternização
 • Um grupo de amigos de 50 anos discutia para escolher o restaurante onde iriam jantar.
• Finalmente decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque as garçonetes eram gostosas, usavam minissaias e blusas decotadas.
• Dez anos mais tarde, aos 60 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque a comida era muito boa e havia uma excelente carta de vinhos.
• Dez anos mais tarde, aos 70 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque lá havia uma rampa para cadeiras de rodas e até um pequeno elevador ...
• Dez anos mais tarde, aos 80 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Finalmente decidiram-se pelo Restaurante Tropical. acharam que era uma grande ideia porque nunca tinham ido lá antes ...
º Tá rindo né! Tua vez vai chegar...
"Aquele que luta contra nós fortalece nossos nervos e aprimora nossas qualidades. Nosso antagonista trabalha por nós." (Edmund Burke, filósofo irlandês, 1729-1797)

Nenhum comentário: