30 de ago de 2012

"Custo Lula"

• Jogos Paraolímpicos são abertos em Londres. Mais de 4 mil atletas de 165 países participarão das competições.
• Londres: Seleção brasileira se garante em quatro finais da natação nos Jogos Paralímpicos. Natação tem primeiro recorde mundial. Primeiro ouro em Londres vai para a China.
• Notre Dame de Paris exibe réplica do Cristo Redentor. Evento integra preparativos da Jornada Mundial da Juventude no Rio em 2013.
• Menino norte-americano se torna pastor aos 11 anos de idade. Ele estuda seis horas por semana para conduzir cultos e não se arrepende mesmo depois de ter perdido amigos, que o acham estranho.
• Arte em Revista: Profissionais tentam salvar pintura 'restaurada' que se tornou 'viral'. Boletim de artes da BBC também mostra exposições inusitadas no Japão, Rússia e Londres.
• Dieese: 370 categorias tiveram reajuste acima da inflação.
• Condenado no mensalão, PT aguarda a renúncia de João Paulo Cunha.
• Inflação do aluguel acelera e acumula alta de 6,07% no ano; Inadimplência volta ao maior patamar do ano; Mantega critica taxas de juros dos bancos e que taxas ainda são altas.

Intrigante!

• Os ilusionistas estão chegando e tentando substituir os alquimistas!
"Custo Lula"
Photobucket 
• Há menos de três anos, em 17 de setembro de 2009, o então presidente Lula apresentou-se triunfante em uma entrevista ao jornal Valor Econômico.
• Entre outras coisas, contou, sem meias palavras, que a Petrobras não queria construir refinarias e ainda apresentara um plano pífio de investimentos em 2008.
Convoquei o conselho da empresa, contou Lula. Resultado: não uma, mas quatro refinarias no plano de investimentos, além de previsões fantásticas para a produção de óleo.
• Em 25 de junho último, a Petrobras informa oficialmente aos investidores que, das quatro, apenas uma refinaria, Abreu e Lima, de Pernambuco, continua no plano com data para terminar. E, ainda assim, com atraso, aumento de custo e sem o dinheiro e óleo da PDVSA de Chávez.
• Todas as metas de produção foram reduzidas. As anteriores eras irrealistas, disse a presidente da companhia, Graça Foster, acrescentando que faria uma revisão de processos e métodos. Entre outros equívocos, revelou que equipamentos eram comprados antes de os projetos estarem prontos e aprovados.
• Nada se disse ainda sobre os custos disso tudo para a Petrobras. Graça Foster informou que a refinaria de Pernambuco começará a funcionar em novembro de 2014, com 14 meses de atraso em relação à meta anterior, e custará US$ 17 bilhões, três bi a mais. Na verdade, as metas agora revistas já haviam sido alteradas. O equívoco é muito maior.
• Quando anunciada por Lula, a refinaria custaria US$ 4 bilhões e ficaria pronta antes de 2010. Como uma empresa como a Petrobras pode cometer um erro de planejamento desse tamanho? A resposta é simples: a estatal não tinha projeto algum para isso, Lula decidiu, mandou fazer e a diretoria da estatal improvisou umas plantas. Anunciaram e os presidentes fizeram várias inaugurações.
• O nome disso é populismo. E custo Lula. Sim, porque o resultado é um prejuízo para os acionistas da Petrobras, do governo e do setor privado, de responsabilidade do ex-presidente e da diretoria que topou a montagem.
• Tem mais na conta.
• Na mesma entrevista, Lula disse que mandou o Banco do Brasil comprar o Votorantim, porque este tinha uma boa carteira de financiamento de carros usados e era preciso incentivar esse setor.
• O BB comprou, salvou o Votorantim e engoliu prejuízo de mais de bilhão de reais, pois a inadimplência ultrapassou todos os padrões. Ou seja, um péssimo negócio, conforme muita gente alertava. Mas como o próprio Lula explicou: - Quando fui comprar 50% do Votorantim, tive que me lixar para a especulação.
• Quem escapou de prejuízo maior foi a Vale. Na mesma entrevista, Lula confirmou que estava, digamos, convencendo a Vale a investir em siderúrgicas e fábricas de latas de alumínio.
• Quando os jornalistas comentam que a empresa talvez não topasse esses investimentos por causa do custo, Lula argumentou que a empresa privada tem seu primeiro compromisso com o nacionalismo.
• A Vale topou muita coisa vinda de Lula, inclusive a troca do presidente da companhia, mas se tivesse feito as siderúrgicas estaria quebrada ou perto disso. Idem para o alumínio, cuja produção exige muita energia elétrica, que continua a mais cara do mundo.
• Ou seja, não era momento, nem havia condições de fazer refinarias e siderúrgicas. Os técnicos estavam certos. Lula estava errado. As empresas privadas foram se virando, mas as estatais se curvaram.
Ressalva: o BNDES, apesar das pressões de Brasília, não emprestou dinheiro para a PDVSA colocar na refinaria de Pernambuco. Ponto para seu corpo técnico.
• Quantos outros projetos e metas do governo Lula são equivocados? As obras de transposição do Rio São Francisco estão igualmente atrasadas e muito mais caras. O projeto do trem-bala começou custando R$ 10 bilhões e já passa dos 35 bi.
• Assim como se fez a revisão dos planos da Petrobras, é urgente uma análise de todas as demais grandes obras. Mas há um outro ponto, político. A presidente Dilma estava no governo Lula, em posições de mando na área da Petrobras. Graça Foster era diretora da estatal. Não é possível imaginar que Graça Foster tenha feito essa incrível autocrítica sem autorização de Dilma.
• Ora, será que as duas só tomaram consciência dos problemas agora? Ou sabiam perfeitamente dos erros então cometidos, mas tiveram que calar diante da força e do autoritarismo de Lula? De todo modo, o custo Lula está aparecendo mais cedo do que se imaginava. Inclusive na política. (Carlos Alberto Sardenberg)

Parece que a máscara-Lulla-PT está caindo....
Photobucket 
• Com o novo plano de Investimentos da Petrobras, anunciado pela presidente Graça Foster, com o estrondoso prejuízo já contabilizado - "...nunca antes na história deste País"... - e com a nova realidade de apertos e de pé-no-chão que vive a Petrobrás, fica claro que aquele ufanismo de Lulla, em relação à pré-sal e outros, além de irresponsável, era criminoso!
• Sindicalista tem um papel específico - e importante - em qualquer sociedade moderna. Mas daí, a alçar sindicalistas incompetentes a postos de Gestão, dá no que deu! É crime contra o Brasil!
• Vamos tirar as oportunas lições dessa tenebrosa experiência sindical que nosso País está vivendo e vamos, nessas próximas eleições, eliminar de vez essa turma, dos postos públicos aos quais estão concorrendo! (Márcio Dayrell Batitucci)

 "...Se tentam destruir-me zombando da minha fé e até tramam contra mim... Querem entulhar meus poços, querem frustar meus sonhos e me fazer Desistir... Mas quem vai apagar o selo que há em mim, a marca da promessa Que ele me fez... E quem vai me impedir se decidido estou, pois quem me Prometeu é fiel pra cumprir... O meu Deus nunca falhará!..."

Nenhum comentário: