7 de dez de 2011

Som e imagens mergulham em mim

• Queiram ou não, existe algo que só a música cala profundo.
• Acompanho sem ser musicista todos os movimentos dessa área nos tempos, e não encontro nas mais modernas coisas, algo que nos introverta e cheguem as lágrimas.
• Não sei quantas ouvi por vozes e instrumentos pela vida, possuem personalidades únicas que dificilmente conseguirão ser imitadas.
• Acredito que o foram por um toque quase angelical.
• Passa-se por segundos onde sentimentos se abalam por circunstâncias tais levando inclusive ao desespero.
• Outras, num simples rodar do dial do rádio ou do controle remoto, nos assomam em sons trazendo uma paz sem igual.
• Lá estava eu teclando, quando o som da entrada de um email soou. Meus pensamentos estavam confusos por tantas preocupaçõe, pessoais e de conhecidos, no conceito geral das nações, quando me dispuz não esperar e lá fui conferir.
• Abri e no clique o jato frio, porém terno, me banhou.
• Não era algo desconhecido, já ouvira trocentas vezes pela vida, porém veio a tempo e a hora me sacudir.
• Vi e ouvi. Meus olhos como outros mostrados no vídeo fizeram escorrer por minhas faces, gotículas e, ao mesmo tempo, imagens dos problemas se dissipavam, alternando lembranças de minha mãe, irmã, parentes e tantas em milhões, por séculos, no padecimento para dar ao mundo um portal reencarnatório de vidas, sempre na esperança de dias melhores.
• Recordei também aquelas faces choraram e ainda assim verterão pela perda ante a fatalidade, covardia ou respeito ao direito de cada um: o de viver.
• Anos a fio, dos meios existentes, deparamos com cenas semelhantes, choques de gerações e a desigualdade na dignidade dos seres viventes nesta Terra.
• Não sei se você ao ver se contagiará, mas certamente irá se lembrar do que escrevo e, nas saudades, deixará rolar uma lágrima por segundos de desonra ou lembranças que já se foram.
• Fique comigo enquanto revejo no vídeo pensando mais ainda nos que acreditam orando por nosso amparo num mundo desconhecido.
• Um bom dia pra você! (AAndrade)

Nenhum comentário: