24 de nov de 2011

Os povos brigam nas ruas do mundo...

Para que vivem as pessoas?
• Este filme é um comercial para o TC Bank de Taiwan baseado em uma história real.
• O pequeno curta mostra a história de cinco amigos que se reúnem após a morte de um sexto amigo.
Com uma média de idade de 81 anos, com problemas de saúde, vivendo das lembranças do passado e dos amigos que se foram resolvem dar um basta na vida que levavam.
• Recuperam suas motos vintage que estavam encostadas, fazem seis meses de preparação física e empreendem uma viagem de moto de treze dias por 1.139 km para atravessar o país de norte a sul para reviver uma aventura, recuperar os sonhos perdidos e encontrar um novo sentido para a vida.
• A história é verdadeira assim como os idosos presentes no comercial são os personagens verdadeiros.
• Realmente é um exemplo a ser seguido de perseverança e luta pela vida. Veja
Um presente
• Trata-se de um catálogo gigantesco de pintura, ou seja, um museu de arte dentro de sua casa, que você poderá apreciar quando quiser, sem pagar absolutamente nada.
• São 5.000 pintores e mais de 100.000 pinturas para a sua apreciação.
• Quando abrir a primeira página, vá até o final dessa, onde encontrará uma listagem com o nome dos pintores. Clique no nome escolhido e suas obras aparecerão.
• Clique em cada obra e ela se ampliará. E, então, maravilhe-se a vontade! Entre!
Seguro de Saúde aos 60 - Alerta!
• Como sou uma das mais velhas de nossa turma e a maioria entra nos 60 este ano, gostaria de alertá-las para o que aconteceu comigo em novembro último.
• ...Sou assegurada da Amil em um plano mais ou menos alto (opções plus) faz mais de 10 anos.
• No início de Agosto recebi um novo carnê com o valor de minha mensalidade indevidamente reajustado por ter chegado aos 60. O valor que era de R$ 639,00 passou a R$ 1.787,00.
• Indignada resolvi entrar na justiça contra a Amil. Procurei um Advogado especialista em pequenas causas e levei meu contrato e carnês para saber como deveria agir.
• O meu contrato previa um aumento de 165 % quando eu chegasse aos 60. Porém, meu advogado esclareceu que embora eu tivesse assinado este contrato, existe um Estatuto do Idoso que prevalece sobre o contrato, que não permite nenhum aumento depois dos 59 anos.
• Tudo que eles poderiam cobrar seria um reajuste de custos anual de acordo com a lei.
• Baseado nisso , e sem deixar de pagar as prestações já aumentadas (paguei 2 meses) o advogado entrou com uma petição contra o aumento e pedindo de volta e, em dobro, tudo que eu pagasse a mais, além, do que fosse legalmente decidido.
• Logo na primeira audiência a Amil foi citada para mandar um novo carnê com o valor antigo até a solução do caso.
• Finalmente saiu o resultado e eu ganhei a causa.
• Fui 2 vezes ao Fórum, onde o advogado da Amil disse que não haveria acordo e 2 meses depois saiu o veredicto.
• Portanto, não aceitem os aumentos passivamente, é um abuso!
• A devolução em dobro do que paguei, eles estão esperneando para pagar, mas vão acabar tendo de fazê-lo e minha mensalidade passou para R$ 682,00 pelo menos até ao final do ano, quando deve sofrer mais um pequeno reajuste.
• Esqueci de dizer que como somos consideradas idosas, temos prioridade na marcação das audiências, o que fez o desenrolar mais rápido que o normal.
• Não se deixem enganar, nós temos nossos direitos.
• Fico imaginando quantas pessoas que por desconhecerem este Estatuto pararam de pagar e abandonaram seus seguros de saúde.
O DesGoverno olha isto ou não? E quem não têm siquer direito de gritar? Triste de um país que fala massivamente uma coisa e deixa a nau da saúde ir a pique! (AA)
"Unir-se é um Bom Começo... Saber Cultivar a União é uma Conquista...Trabalhar em Conjunto é uma Grande Vitória."

Nenhum comentário: