10 de nov de 2011

Muitos não acreditam no que aí está

• Além de não crerem, são seres humanos aqui e no resto do mundo numa guerra aparente normalíssima onde nos degladiamos ou somos jogados aos leões.
• Saber que os básicos saúde, educação e segurança são contos da carochinha, dói mais quando somos alvos deles.
• Tv, jornais, revistas, internet.... tudo a nossa volta é horrendo, tal qual a manipulação do povo em reuniões, passeatas, e como cordeirinhos a turma lá vai a troco do num sei o que, pela simples razão de ser marionete, cobaia de mídia, espécie num laboratório, onde os grandes e poderosos deitam e rolam sobre cabeças, escondem quando podem as mazelas e as chutam com despudor pra baixo dos tapetes.
• Esse mundo é tão sangrento e moribundo quanto se mata por ocupação no roubo de petróleo, na subjugação dos pobres países desnutridos, na morte de ditadores que já não mais servem aos ditâmes daqueles que se outorgam defender a la Capitão América, das propriedades invadidas, do dinheiro arrecadado com brutalidade (roubado) para benesses políticas a outros países, bolsos, paraísos fiscais, num ridículo dos escombros das matrizes básicas de um país onde se fala Democracia!
• Não, é impossível ver que as injeções anestésicas surtem efeito em doses letais, os zumbis comem da carne putrefada do irmão tombado em via pública por carros bonitinhos ou perdidos tiros, e pasmem, saber-se do conluio da polícia e milícia juntos dandos cobertura a meliantes e traficantes. Nem juízes estão incólumes!
• Se esse é meu país estou também drogado, meus olhos não mais se abrem, temos medo de ir às ruas, ser assaltado cotidianamente, e a política, ah! essa politicalha e a justiçalha dando corda aos enfeites a terminar entre o Natal e Fim de Ano.
• Podridão aos que estão em coma, aos infesos, covardes e biltres corruptores e corruptos fora da cadeia, pois já não mais segurança e nem presídios que dessem conta se algo funcionasse.
Pena de Morte resolveria se criasse não uma usina e sim um grande lago com jacarés, tubarões e piranhas para repasto nessas corjas após mudança de leis por um colegiado sério e o sumário sem recursos.
• Virou moda e costume isso que está aí!
• A vergonha caiu e se suja mais e mais numa cracolândia bem perto de você. Tratar, mas como? É o dinamismo vergonhoso que aflora nas tvs que nossos filhos e netos vêem o dia todo, não bastantassem os desenhos animados e jogos de video-games em ação fazendo cabeças tornando a violência uma mal insanável.
• Ensino, fé, religião do dinheiros, igrejas e potentados, tá tudo dentro da mesma cloaca.
• Estamos presos, acorrentados e sugados lentamente e a maioria esmagadora disso não se dá conta.
• Quiçá num outro mundo seja melhor, nesse tá ruim de viver.
• O Pra Frente Brasil falhou, pois esqueceram botar o precipício ao final.
• Alea Jacta Est! (Armando Andrade)

E agora José?
• O que ela disse é grave, mas não é de todo tudo que açambarcou o país e seus habitantes....
• Percebe-se nessa quadra do Ministro do Turismo e a provável do Trabalho, não vai resolver a situação sistêmica dos Ministérios na distribuição do dinheiro público...
• Não duvidem que mais e mais, como que numa invasão nos loteamentos públicos, continuará tal e qual na segurança, educação e saúde pública, onde os escândalos à vista ou ainda blindados aflorem e enterrem os anteriores, naquele esquecimento próprio do brasileiro...

Nenhum comentário: