2 de nov de 2011

Dia da Saudade e Arrependimento

Dualidade
Dualidade é querer estar aqui e lá também,
E não querer estar com ninguém.
É uma enorme ânsia de viver, e fazer de tudo para morrer.
É esperar pela noite, e do dia ter saudades.
É brilhar no escuro,
Mas com um pensamento obscuro.
Dualidade nem é ser branco, mas também não se é preto.
Ficamo-nos ali pelo cinzento,
E esperamos por certo momento.
É uma enorme raiva que sentimos, que nos foge e nos acalma.
É esta dor que nos ensombra a alma, quando só acreditamos no que já vimos.
Com verdades e dilemas,
Com más e boas escolhas,
Somos Humanos apenas, que procuramos respostas, à espera de ter problemas.

Nenhum comentário: