1 de abr de 2011

Marlin

. Durante as suas férias o nosso engenheiro mecânico encontrou um colega de faculdade, que trabalha na Petrobrás.
. Ele contou-lhe a absurda estória de que, ao descerem a principal estrutura de válvulas de abertura e fechamento de um poço de petróleo, que na gíria chamam de árvore de Natal (imensa e caríssima), na descida, a(muitos) metros de profundidade, perceberam uma grande instabilidade.
. Pararam a descida e redirecionaram um submarino robot para observar por vídeo, afinal, o que estava acontecendo.
. Deram de cara com um imenso Marlim, calculam que de uns 250 kgs., preso na estrutura que, mesmo tão pesada, estava totalmente instabilizada em função do tamanho do marlin que se debatia.
. Como parece uma boa estória de pescador, nosso engenheiro pediu a ele a filmagem.
. Recebeu-a, e é tão absurda que pedi a ele que me encaminhasse para que pudessem ver.

Nenhum comentário: