12 de set de 2010

Paulo, onde você estiver, recorde

As pessoas nascem e morrem. Mas, apesar dos pesares, predicados se perpetuam, sejam por ações retratadas, canções, poemas, citações, palavras de ordem e coerência.
Sempre dirão parece que foi ontem, sim, tudo passa, porém as ordenações dos egos ficam e florescem.
Político, ex-senador e jornalista, Paulo Alberto Monteiro de Barros, conhecido como Arthur da Távola, nasceu em 3/1/1936 e faleceu aos 72 anos no dia 9/5/2008.
Começou sua vida parlamentar em 1960 como deputado federal do PTN. Foi cassado pelo regime militar e viveu na Bolívia e no Chile, entre 1964 e 1968.
Ao voltar ao País, passou a usar o pseudônimo de Arthur da Távola e como tal escreveu centenas de crônicas em várias publicações do país.
É dele Coisas que a vida ensina depois dos 40

Nenhum comentário: