24 de mar de 2010

Reforçando pedidos

Em pleno ar, eu vôo no soprar das correntes e pairo sobre jardins de flores, florestas, rios e mares.
Nasci aqui e acolá pelo calor e vapor; viajo por tantos lugares, e muitas vezes suando, gotejo para medo dos que lá embaixo moram e muitas das vezes acabam morrendo por minha massa.
Sou leve ou pesada, e me torno parte de outros tormentos, criando espécies bruscas e inesperadas aos que vivem na Terra.
Fui, e todas nós fomos criadas para controle do ar e das terras, e infelizmente, o homem e suas invencionices aumentaram nosso poder de destruição.
Não nos coloque culpa no que faço, reflitam sobre causas e quando dos efeitos, também sofremos.
Vocês podem, devem aprender e repassar aos semelhantes usando tecnologias, desde o lar, escola e seu trabalho, a impedir que cresçamos em força e poder destrutivo.
Fazemos parte de uma Comunidade criada no Universo, envolvemos nosso planeta na manutenção da perenidade.
Vilipendiam sem dó nossa área de atuação com cruéis castigos aos céus, sem respeito, gases que nos sufocam e nos fazem eclodir.
Quando estamos calmas, felizes, soltas a formar figurinhas de imaginação, e empurradas pelo doce ar que você respira nada de ruim acontece.
Regamos terras secas, ajudamos na lavoura, agricultura e produzimos a vida em toda sua extensão.
Olhe pro alto e você me encontrará sempre lá. Se não estiver, é porque estou em andanças procurando desertos onde regar.
Colaborem comigo e minhas irmãs, pois fazemos parte da grandiosa Natureza. Grata. Meu nome é Nuvem. (AA)

Energia Alternativa

Nenhum comentário: