8 de mar de 2010

Mensaleiros com tremedeira


Pelo menos 40 cidadãos estão tremendo mais do que se tivessem malária. No caso, de medo. São os mensaleiros, réus em julgamento no Supremo Tribunal Federal. Se a mais alta corte nacional de justiça, por nove votos a um, manteve a prisão de um governador, não haverá como supor que, existindo provas e evidências, deixará de punir os responsáveis por uma das maiores lambanças praticadas nos últimos anos por políticos e penduricalhos. Foram eles, os mensaleiros, que deram início a esse festival de corrupção desabrida, agora chegando a Brasília. Importa menos se entre eles estão deputados com mandato, sem mandato, ex-ministros, banqueiros e bagrinhos. Se um governador em pleno exercício de suas funções foi arcabuzado, porque não os outros?
Encontra-se em fase de tomada dos últimos depoimentos de testemunhas de defesa o processo contra os 40 mensaleiros, rotulados de “quadrilha” pelo Procurador Geral da República. Caberá ao ministro Joaquim Barbosa propor a punição ou a absolvição para cada um deles, devendo o plenário do Supremo iniciar em seguida os julgamentos.
O Judiciário faz justiça, diria aquele antigo personagem de nossa História, o Conselheiro Acácio. E não haverá que duvidar, importando menos se José Roberto Arruda era do DEM e os mensaleiros, ecléticos, são filiados ao PT, ao PMDB e outros partidos. Que tremam… (Carlos Chagas)
"Lembre-se dos três RR: respeito por você mesmo; respeito pelo próximo, e responsabilidade pelos seus atos." (H.J. Brown Jr.)

Nenhum comentário: